jornaldejales@melfinet.com.br
17 3632-1330

A favor da ditadura

Perspectivas por Osmar Gabriel
08 de abril de 2019
Osmar Gabriel
Viva a ditadura! No último domingo (dia 31/03) uma articulista do Jornal de Jales assinou um artigo com o título “RUMO À DITADURA”, e analisei com carinho suas palavras e colocações sobre o assunto. Em algum momento fiquei preocupado pois penso que o tema referido tem que ser analisado com muito zelo e cuidado, especialmente com relação ao STF. 
Mas, vivemos numa “democracia” onde todos têm a liberdade de expressão e cada um ou uma com sua opinião, seja ela qual for. 
Não procuro discordar de ninguém, somos e vivemos em uma nação livre e o que se pede, no mínimo, é o respeito pela opinião de cada um. 
Só digo com convicção que o povo brasileiro já não aguenta mais tantas barbaridades e crueldade que tomaram conta de nossas vidas. Não vivemos mais em liberdade, estamos presos em nossas próprias casas e reféns de bandidos armados até os dentes. 
Por isso há um clamor para que alguém tome conta dessa situação e acabe de vez com essa impunidade que tomou conta do país, onde o bandido tem vez e não vai preso. 
Os de colarinho branco usufruem de decisões judiciais desiguais aos demais cidadãos brasileiros, roubam, formam quadrilhas, são presos em celas que se equiparam com suítes de hotel 5 estrelas e no fim de no máximo, 4 dias, são soltos pelos ministros da nossa Suprema Corte (STF) baseando-se em fatos que contradizem totalmente com a dignidade do cidadão, e sentenças que aparentam serem totalmente tendenciosas a favor do réu, dando-nos a impressão do famoso ditado do “rabo preso”.
 A Suprema Corte seria nossa última esperança e, pelo que acompanhamos através dos meios de comunicação, isso não acontece. Em sendo assim, o povo pede mudanças e até seu fechamento. Houve durante certo tempo e até nos dias de hoje um “clamor” pela volta dos militares ao poder para colocar a casa em ordem. 
Esse é hoje o “sonho” de milhões de brasileiros, porque estão cansados de assistir e presenciar farras com dinheiro público, desvios de recursos que seriam carreados para a saúde e educação. Uma barbaridade! 
Eu mesmo penso que talvez fosse legal essa intervenção, porque o governo em relação ao povo é como homem em relação à mulher: precisa ter autoridade. E o povo clama ser tratado com autoridade. Punir com rigor os criminosos, prender os corruptos, tudo isso é algo sonhado pela população brasileira. 
Os deputados e senadores não se arriscam em criar uma lei mais dura porque no nosso país, a repressão, mesmo que seja ao crime, é confundida com autoritarismo de direita. Ignoram os parlamentares que o brasileiro, assustado e, pior, acuado pela violência, já reivindica autoritarismo, por ai ver uma forma de autoridade. 
Nessa lenta e custosa democracia o brasileiro não aguenta mais e aceitaria até a DITADURA, mas se ela livrasse a nação do medo. Temos que admitir que a ditadura talvez seja mais eficiente e rápida, apesar de outros aspectos e ações que denigrem sua imagem. Mas, que tinha ordem tinha. Só quem viveu se lembra do período. 
Eu vivi esse tempo na minha adolescência e parte da juventude e folgo em dizer que a violência praticamente não existia e podíamos andar a qualquer hora da noite e chegar em casa com segurança e sem medo. 
Mas, tenho que me contentar com a democracia, e ainda torcer para que um dia nós possamos compreender que democracia e autoridade, democracia e ordem, democracia e respeito não são valores excludentes. Tenho certeza de que um dia o Brasil entenderá isso. E, espero que não seja tarde demais!

Osmar Gabriel
(Corretor de Imóveis
RG 8.320.382)