quarta 08 abril 2020
Geral

2019 teve o maior número de mortes no trânsito em Jales

O número de mortes no trânsito na área do município de Jales em 2019 foi o maior dos últimos cinco anos e sete vezes superior ao registrado em 2018, segundo informações fornecidas pelo Infosiga, sistema de dados sobre acidentes e fatalidades de trânsito administrado pelo Programa Respeito à Vida, do Governo do Estado de São Paulo.
Durante os 12 meses de 2019 foram registradas 14 mortes, das quais nove nas rodovias que cortam o município e cinco nas vias municipais, sendo que cinco mortos estavam em carros, oito em motos e um pedestre. Em 2018 foram apenas duas, sendo uma em rodovia e outra em uma via municipal, uma envolvendo um carro e outra uma moto.
Se a diferença entre um ano e outro é gritante, o mesmo não acontece em relação aos anos anteriores, pois em 2017 foram 12 mortes, sendo nove nas rodovias e três nas ruas e vias municipais, das quais sete com carros, uma com uma moto, outro com um caminhão, uma com bicicleta e dois pedestres.  
Em 2016 o número de mortes ficou em sete (quatro nas rodovias e três nas outras vias). Destas, houve o envolvimento de um carro, uma moto, uma bicicleta, um caminhão, dois pedestres e um veículo não identificado.  
Em 2015 foram 10 mortes (cinco nas rodovias e cinco nas vias municipais). As mortes envolveram dois carros, dois caminhões, duas motos, dois pedestres e dois não identificados.
O Infosiga registra todos os acidentes de trânsito fatais e não fatais no limite do município, incluindo a área urbana e as rodovias. O sistema traz a geolocalização das ocorrências, sendo possível acessar mapas com “manchas de calor” que apontam os locais com maior concentração de acidentes e fatalidades.

Desenvolvido por Enzo Nagata